Quando se trata de Empresa Júnior uma dúvida bastante recorrente é: por que contratar esse tipo de serviço e quais as vantagens que essa relação traria?
Um primeiro ponto de fundamental importância em uma economia capitalista é o baixo custo dos serviços prestados pelas EJ’s, uma vez que, por serem organizações sem fins lucrativos são capazes de prestar um serviço de extrema qualidade, a um custo acessível, em especial à micro e pequenos empresários gerando um grande impacto social. Por não terem a finalidade do lucro, todo dinheiro adquirido é reinvestido na Empresa Júnior, muitas vezes em capacitação pros membros, o que agrega cada vez mais valor aos profissionais de um futuro próximo. Outro aspecto importante de se atentar é que, em geral, as empresas juniores estão inseridas nas maiores universidades do país, pólos tecnológicos e intelectuais, o que proporciona aos empresários juniores orientação advinda dos melhores profissionais/professores de cada área, além de infraestrutura e protagonismo nas inovações dali provenientes, o que garante a excelência no preparo do membro EJ e consequentemente do serviço prestado.

Além disso, a atenção que uma empresa júnior presta ao seu cliente é personalizada, tornando cada projeto único, conseguindo assim, estar inserida na realidade de seu cliente encontrando a melhor maneira de atender a sua demanda de maneira célere e efetiva. As EJ’s são bem flexíveis em relação às necessidades do cliente o que garante o alinhamento de expectativas, além de um bom relacionamento.

Se isso tudo não bastar, nos resta pensar que uma rede que conta com cerca de 11.000 empresários juniores, respondendo por cerca de 4000 projetos por ano já tem dado muito certo. A relação entre os futuros líderes que estão se formando nas EJ’s e o mercado a que eles vão pertencer é um ciclo em que todos ganham. Sociedade, empresário sênior, empresário júnior, educação, tecnologia e inovação.
Vale à pena apoiar essa causa.

Tags: